Digital Storytelling, o que é? Como potenciar?


O comportamento do cliente sofreu mudanças impressionantes nestes últimos meses. Sim estou outra vez a falar do “novo normal”. Na verdade deveríamos mudar essa afirmação para o “novo diferente”.

E porquê “novo diferente”? Por que é diferente na nossa forma de viver, de nos relacionarmos e é diferente na forma como os nossos Clientes, quer sejam B2B, quer sejam B2C nos pesquisam, avaliam, nos escolhem.

Nestas últimas semanas tenho liderado programas com o tema, “Digital Selling” e a riqueza das participações levou-me a pensar neste artigo, cujo objectivo é dar a quem pensa digital selling, pistas ou ideias de como o fazer.

Quando estamos a comunicar a nossa marca, e aqui leia-se a nossa empresa e a nossa pessoa, temos de conseguir contar uma história ao nosso cliente, actual ou potencial, e nessa história temos de ter em atenção que há protagonistas, personagens. Sabendo disto, a questão que se coloca é, qual a narrativa a seguir?

Simples, a narrativa que temos de criar tem de responder às necessidades ou situações identificadas no nosso Cliente de forma a que o que partilharmos resolva esses problemas ou esclareça essas situações. Quando a nossa história resolver ou clarificar essas situações, então atingiremos o clímax da narrativa.

Vejam bem, uma história bem contada é aquela que não só ajuda o outro a identificar ou reconhecer a sua situação, mas que igualmente o ajuda a ultrapassar os seus obstáculos profissionais e ou pessoais.

Digital Storytelling não é diferente! Então o que é Digital Storytelling?

É a forma de, através de uma estratégia e usando plataformas digitais, fazer chegar a vossa mensagem ao vosso público, ao vosso cliente, tendo como suporte vídeos, blogs, imagens ou tweets entre outros.

Sabendo o que é o digital storytelling então falta ter ideias ou pistas de como o fazer, potenciando ao máximo a sua utilização. Deixo-vos algumas dicas.

Garanta que está em sintonia com a sua audiência

A maioria das pessoas não gosta de ver as suas opiniões desafiadas ou de ser desafiado por esta via, na verdade este nem deverá ser o seu propósito. As histórias que têm maior impacto são as que os personagens se revêm nelas. Desta forma eles revêm-se, sentem-se integrados, seguros e vestem o papel do protagonista da história que estamos a contar.

Para que isto aconteça é fundamental que conheça as pessoas com quem vai comunicar.

Use histórias verdadeiras

Há pouco referi que estávamos a assistir uma mudança no comportamento do nosso cliente, mas há uma coisa que se mantém constante, que não muda e que é a importância dos testemunhos. Se há algo que o cliente continua a valorizar são as histórias, as experiências que outros viveram. Nesse sentido partilhe histórias verdadeiras dos seus actuais clientes. Se pensarem na comunicação que chega até nós, seja da banca, telecomunicações ou seguros a história que contam são de pessoas ou empresas que retratam a audiência que estas marcas querem influenciar.

Conte histórias curtas

Uma história tem de ser simples e no digital ainda mais, porque se assim não for, garanto-lhe, vai perder o seu cliente. Seja objectivo e simples no que vai contar. A melhor forma de o fazer é resumir o que quer dizer. Ao invés de apresentar características e imensos potenciais benefícios, partilhe um caso de um cliente, o que resolveu esse determinado produto.

Se for partilhar algo que não é seu, faça um enquadramento útil que prenda a atenção, que faça a sua audiência perceber que o conteúdo é importante e de seguida partilhe o link. No fim pode até pedir opiniões, comentários. Faça com que os seus destinatários interajam uns com os outros.

Não faça publicidade

Storytelling não é dizer que devem comprar o seu serviço ou produto porque este está barato ou porque funciona bem. Quando fazemos isto não estamos a criar pontes de valor com ninguém, não estamos a personalizar o contacto. Se pensarmos bem, estaremos a fazer o que os outros fazem e a isso eu chamo spam. Qual o resultado? O cliente apaga imediatamente a sua mensagem e a sua marca.

O truque é perceber o que o cliente quer saber, o que lhe interessa, onde ele está a pesquisar, onde está a partilhar informação, com quem está a falar, a trocar ideias, reflexões, em resumo, onde está a informar-se.

Como fazer?

  1. Tenha em mente o que quer comunicar e para quem.

  2. Comece por identificar o seu público, a sua audiência, a quem é que deseja levar a sua informação.

  3. Perceba onde é que essas pessoas navegam, em que plataformas, quais os seus interesses, que temas seguem.

  4. Junte-se a esses fóruns, participe, dê as suas opiniões, partilhe informação que acrescente valor.

  5. Desenhe a sua estratégia de comunicação, o que vai comunicar, quando e onde.

  6. Assegure regularidade nos meios que escolher.

  7. Tenha conteúdos seus e de outras fontes, não seja interesseiro, publique artigos de opinião sobre temas ou preocupações do seu público. Para isso tem de conhecer o negócio do seu Cliente!

  8. Escolha as ferramentas, os suportes que vai utilizar, o como vai comunicar.

  9. Por fim, publique.

Storytelling Digital é a mais eficaz estratégia para passar a sua mensagem à sua audiência. Ao seguir estas dicas irá dar mais força à sua estratégia de reforço da relação com os seus potenciais clientes.

Estamos a entrar no período tipicamente conhecido de férias, os nossos Clientes poderão ou não estar a gozá-las, mas uma coisa sabemos, continuam apreensivos com o futuro, continuam à procura de boas soluções, de bons Parceiros.

Seja o Parceiro certo, comunique com ele!

Ambiente Positivo, “It’s all about Sales, it’s all abou YOU!”

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 by Ambiente Positivo.